Onde comprar "Os meninos da Rua Beto"



Divirta-se com um livro diferente de todos que você já leu!

"OS MENINOS DA RUA BETO"

acesse:

http://inquietovagalume.blogspot.com.br/p/os-meninos-da-rua-beto.html

.

sábado, 21 de junho de 2014

Escolha

Ele tinha medo de ser magoado, por isso passou a vida construindo uma couraça emocional que o isolasse de todo o sofrimento. Embora não soubesse, era uma couraça falsa. Ele continuava a sentir tudo, apenas aprendeu a controlar os músculos da face para fingir indiferença. E acreditava que a rigidez da face era sinônimo de rigidez do coração. Não era. Mas ele pensava que sim.
Então um dia apaixonou-se e teve a sorte de ser correspondido. Quando estava com ela sentia-se totalmente relaxado, totalmente verdadeiro. Não precisava colocar máscara, não precisava de armadura. Era uma sensação nova, agradável e estranha.
Com o tempo, uma insegurança foi se desenhando em seu espírito. Quem tem o maior poder de nos magoar? Com absoluta certeza é a pessoa que mais amamos.
Ele a amava mais do que tudo, então a sua felicidade passava a depender totalmente dela. Agora e para sempre. Se um dia ela o traísse, ou o decepcionasse, ou simplesmente parasse de amá-lo, seria o maior de todos os sofrimentos.
Como suportar essa dúvida? Conviver com tal incerteza?
A única solução seria afastar-se. Não podia passar a vida com alguém que ele amava verdadeiramente. Era muito perigoso. Era colocar a sua paz de espírito nas mãos de outra pessoa, ideia insuportável.
Afastou-se. Casou-se com alguém que lhe era indiferente. Essa nunca poderia magoá-lo. E nunca o magoou.
E ele foi infeliz para sempre.
Imagem: http://br.freepik.com

2 comentários:

viviane ferreira de souza disse...

oi zulmira, gostei muito do texto, adorei ter conversado com você.....:)

Zulmira Carvalheiro disse...

Obrigada, Viviane! Eu também gostei muito de ter conversado com você. Faz tempo que não batia um papo tão agradável e construtivo. Beijão!