Onde comprar "Os meninos da Rua Beto"



Divirta-se com um livro diferente de todos que você já leu!

"OS MENINOS DA RUA BETO"

acesse:

http://inquietovagalume.blogspot.com.br/p/os-meninos-da-rua-beto.html

.

sexta-feira, 4 de julho de 2014

Luz Pedra Diamante Flor Cintilante

LUZ
A letra "ele" da palavra luz representa a sua leveza; "u" traz ideia de escuridão, das trevas que são o meio onde a luz existe; "z" é a velocidade.
Nada há mais leve e mais veloz do que a luz dentro do abismo escuro do espaço.

PEDRA
Nesta palavra a sílaba "dra", que soa como um pequeno pedregulho revirando-se na ponta da língua, contém a essência do objeto "pedra". A sílaba "pe" (pronunciada "pé") transmite ideia de movimento.
Seja o movimento da pedra rolando colina abaixo, seja o movimento através do tempo caracterizando a sua perenidade.

DIAMANTE
Esta é outra palavra cujo som revela a natureza do objeto.
"Dia" significa "através". Pode-se enxergar através do diamante: ele revela sua pureza por meio da transparência.
"Mante": a sílaba "man" é musical; essa música termina bruscamente no "te", como se batesse em alguma coisa dura.
Diamante é transparência (pureza) e música (beleza) encerradas (preservadas) dentro da mais dura das superfícies.

FLOR
O "efe" de flor é o prenúncio da abertura do botão. Quando o "efe" se junta ao "ele", obrigando a língua a imitar o movimento da pétala se abrindo, é o próprio desabrochar que começa a acontecer.
O "o" (pronunciado "ô") desvenda ao meio exterior a parte interna da flor que se abre. O "erre" completa o movimento das pétalas lançando-se para fora.
Assim, a mesma pronúncia da palavra "flor" já é em si um desabrochar.

CINTILANTE
"Cin" é som sedoso, que faz lembrar o brilho e a textura da seda.
"Ti-lan-te" é um carrilhão de cristal ao vento.
"Cintilante" traz à mente a imagem de uma superfície formada por fragmentos justapostos de cristal, que brilham como seda.
Não por acaso, Cíntia é um dos nomes da Lua.

Imagem: http://socialspirit.com.br

Nenhum comentário: